Argumentos Contra o Especismo

Pense em qualquer caraterística “humana”. Na maioria dos casos, se não em todos, há seres humanos que não possuem essa caraterística – e animais não humanos que a exibem. Então, como podemos justificar a desconsideração dos interesses ou do sofrimento dos animais não-humanos? Como podemos justificar nosso incessante abuso de animais não humanos para fins lucrativos?

Fazer Campanha Animal Eficaz: conhecimento atual e princípios orientadores

Fazer campanha animal eficaz significa maximizar o sofrimento evitado por cada dólar que gastamos. Recentemente, um relatório de avaliação da pesquisa pela Vegan Society forneceu recomendações para a criação de campanhas mais eficazes, com base em pesquisas produzidas principalmente por: Faunalytics Animal Tracker, Animal Charity Evaluators, Humane League Labs e Mercy For Animals.
Aqui está o que eles descobriram.

O problema dos danos naturais

O que devemos fazer em relação à situação dos animais não humanos selvagens que se encontram no território natural e são prejudicados por processos não antropogênicos, como por exemplo fome, sede, doenças, parasitismo e desastres naturais? Deveríamos não interferir em suas vidas e apenas evitar danos decorrentes de práticas humanas? Isto é, deveríamos “deixar a natureza seguir o seu curso”? Ou, será que deveríamos intervir apenas quando fazê-lo for necessário para realizar interesses humanos ou para atingir metas ecologistas? Ou, ao invés, deveríamos ajudá-los por preocupação com o seu próprio bem?

A Importância do Sofrimento de Animais Selvagens

Por Brian Tomasik (tradução da versão editada a 24 de Jun. 2014) Tradução por Luís Campos Sumário O número de animais selvagens excede vastamente o de animais em factory farms, em laboratórios ou mantidos como animais de companhia. Assim, os defensores dos animais devem considerar focar os seus esforços no aumento da preocupação em relação…