Os 10 mais lidos no nosso site AE (2018)

Este ano o nosso site atingiu as 25 mil visualizações (mais 5 mil do que no ano anterior). Ao longo do ano, entre textos originais e traduções, fizemos 60 publicações ー o que perfaz mais de 83 mil palavras (cerca de 180 páginas). A essas 60 publicações corresponderam outros tantos arranjos gráficos para a sua divulgação nas redes sociais. Aí esse alcance é mais difícil de objectivar, mas no nosso site o número de visitantes foi de quase 14 mil (mais 2 mil do que no ano anterior).

Anúncios

7 Dicas para um Natal Altruísta Eficaz

Por vezes queremos ajudar mas não sabemos bem como. E isso torna-se ainda mais difícil quando surgem tantos pedidos de ajuda, como acontece especialmente nesta altura do ano. E ainda se torna mais complicado quando queremos que a nossa ajuda seja o mais eficaz possível.

Apresentamos então algumas sugestões, umas são tão simples que só necessitam que clique num botão, e outras dependem do nível de compromisso que cada um está disposto a assumir para melhorar substancialmente o mundo.

Se quer discordar do altruísmo eficaz, será necessário que discorde de uma destas 3 afirmações

O altruísmo eficaz é frequentemente motivado pelo apelo ao argumento do lago de Peter Singer.

Isso é bom porque é um argumento forte, concreto e bem estudado. No entanto, existem duas desvantagens (i) associa o altruísmo eficaz ao desenvolvimento internacional (ii) dá a entender que se pode refutar a importância do altruísmo eficaz ao refutar o argumento do lago.

De facto, a importância do altruísmo eficaz é muito mais robusta do que o argumento do lago.

Quais são os problemas morais mais importantes do nosso tempo?

De todos os problemas que a humanidade enfrenta, em quais devemos concentrar-nos para resolver primeiro? Numa palestra convincente sobre como tornar o mundo melhor, o filósofo moral Will MacAskill apresenta um enquadramento para responder a essa questão com base na filosofia do “altruísmo eficaz” ‒ e partilha ideias para enfrentar três questões globais prementes.

Saúde global: expansão ou desolação?

Guerra, doença, fome, morte… as notícias estão cheias de histórias de horror e é fácil pensar que o mundo está a ruir ao nosso redor.

Mas a verdade é muito diferente. Enquanto os jornalistas se concentram, e com razão, nos vários eventos e nos riscos terríveis que enfrentamos, o quadro geral em termos de saúde e segurança humanas é de constante e, muitas vezes, dramática melhoria.