Estamos a virar a página face aos tratamentos da Covid-19?

Assim como muitas pessoas, eu esperava que as vacinas fossem a nossa saída face a vivermos vidas controladas por esta pandemia. Embora as vacinas certamente tenham melhorado muito as coisas, a humanidade ainda tem um caminho a percorrer, e ainda não voltamos à normalidade.
Mas há outro novo desenvolvimento no horizonte que, em combinação com as vacinas, pode realmente ser revolucionário.

Série de posts sobre o “século mais importante”

A série de posts sobre o “século mais importante” argumenta que o século XXI poderá ser o século mais importante para a humanidade, como resultado do desenvolvimento de sistemas avançados de IA que poderão acelerar drasticamente o avanço científico e tecnológico, levando-nos mais rapidamente do que a maioria das pessoas imagina para um futuro profundamente desconhecido.

Da “pandemia” para a “endemia”

Por esta altura, já deve ter ouvido isto: A Covid-19 não vai desaparecer. O amplo consenso entre os especialistas é que não é realista pensar que iremos erradicar totalmente este vírus. Iremos, no entanto, vê-lo sair da fase pandémica e entrar na fase endémica. […]
Então, como vamos saber quando estivermos lá?

O Ponto Crucial da História

Os perigos de tratar os riscos de extinção como uma preocupação predominante da humanidade deveriam ser óbvios. Ver os problemas actuais na óptica dos riscos existenciais da nossa espécie pode reduzir esses problemas actuais a quase nada, ao mesmo tempo que se justifica quase tudo o que aumente as nossas probabilidades de sobreviver o tempo suficiente para nos propagarmos muito para lá da Terra.

Variantes de Covid-19: Temos de vacinar o mundo para evitar variantes mais perigosas.

A variante delta mudou a luta contra a Covid-19 nos Estados Unidos. Antes de se ter alastrado, os casos encontravam-se em declínio acentuado, especialmente nas zonas do país com elevada vacinação. Começava a parecer que a maioria das pessoas vacinadas poderia esquecer tudo sobre a Covid-19 e voltar às suas vidas.

Agora, os casos atingiram um pico mesmo em áreas altamente vacinadas…