Quais são as principais ameaças à humanidade?

A extinção humana pode parecer coisa de pesadelos, mas há muitas maneiras de poder acontecer.

A cultura popular tende a concentrar-se apenas nas possibilidades mais espectaculares: pense na velocidade ameaçadora do asteróide do filme Armageddon ou na invasão de extraterrestres d’O Dia da Independência.

Embora seja possível a humanidade ter um fim dramático, concentrarmo-nos em tais cenários pode significar ignorar as ameaças mais graves que enfrentamos no mundo de hoje.

Anúncios

“Longotermismo”

Até há pouco tempo, não havia um nome para o conjunto de pontos de vista que envolve a preocupação em garantir que o futuro a longo prazo corra o melhor possível. A linguagem mais comum para nos referirmos a esse conjunto de pontos de vista era apenas dizer algo como “pessoas interessadas na redução dos riscos-x”.
Em Outubro de 2017, propus o termo “longotermismo”…

A política de mudanças climáticas com o maior potencial é a mais negligenciada

A extrema urgência da crise climática e a escala da tarefa a ser realizada revelam a resposta óbvia: precisamos tanto de implementação como de inovação.
Tenho pensado nisso devido a um novo relatório emitido por um grupo chamado Let’s Fund, que aplica os princípios do “altruísmo eficaz” a direcionar o dinheiro de doadores para boas causas.

Que mundo será salvo?

É comum argumentar-se a favor da importância da redução dos riscos existenciais (riscos-x), enfatizando o imenso valor que pode existir ao longo do futuro, se o futuro vier.
[…] Parece-me que há outra consideração importante que complica a posição a favor dos esforços de redução dos riscos-x, e que as pessoas, até ao momento, têm negligenciado. A consideração é que…

Fundamentos para considerar a Inteligência Artificial (IA) como uma ameaça séria à humanidade (parte 1 de 2)

Stephen Hawking disse: “O desenvolvimento da inteligência artificial completa poderá significar o fim da espécie humana”. Elon Musk afirma que a IA é a maior ameaça existencial à humanidade.

Isso pode fazer com que as pessoas se perguntem: espere aí, como? Mas essas grandes preocupações estão enraizadas na pesquisa.

Os 10 mais lidos no nosso site AE (2018)

Este ano o nosso site atingiu as 25 mil visualizações (mais 5 mil do que no ano anterior). Ao longo do ano, entre textos originais e traduções, fizemos 60 publicações ー o que perfaz mais de 83 mil palavras (cerca de 180 páginas). A essas 60 publicações corresponderam outros tantos arranjos gráficos para a sua divulgação nas redes sociais. Aí esse alcance é mais difícil de objectivar, mas no nosso site o número de visitantes foi de quase 14 mil (mais 2 mil do que no ano anterior).