Os animais da quinta e os seres humanos devem ser tratados da mesma forma, dizem as crianças

Investigadores das universidades de Exeter e Oxford perguntaram a um grupo de crianças britânicas dos 9 aos 11 anos, a jovens adultos dos 18 aos 21 anos e a homens e mulheres mais velhos sobre as suas atitudes em relação a diferentes tipos de animais.

Em geral, as crianças disseram que os animais da quinta e os seres humanos devem ser tratados da mesma forma e consideravam menos moralmente aceitável comer animais do que os dois grupos de adultos. Os resultados sugerem que o “especismo” – uma hierarquia moral que dá um valor diferente a diferentes animais – de acordo com o estudo, aprende-se durante a adolescência.

Animais Selvagens Porquê?

O número de animais selvagens excede de longe o número combinado de seres humanos, animais da pecuária, animais de estimação e animais em laboratórios. Infelizmente, muitos animais selvagens — possivelmente a vasta maioria — vivem vidas muito curtas e sofrem mortes dolorosas. Os números estimados de animais no mundo sugerem que os animais selvagens experienciam mais prazer e dor do que os seres humanos ou os animais domésticos.

Melhorar o bem-estar animal

Se quiser reduzir o sofrimento no mundo (independentemente de quem o esteja a sentir), a defesa dos animais pode ser a causa certa para si. Só nos EUA, mais de um milhão de animais terrestres são abatidos por hora. Ao mesmo tempo, inúmeros animais sofrem desnecessariamente na natureza.

Como Doar um Milhão de Dólares?

O autor há muito tempo que argumenta que doar para salvar vidas, restaurar a visão ou permitir que uma família escape à pobreza extrema contribui para um bem maior do que doar a um museu ou à ópera. Agora, tendo decidido não ficar com qualquer quantia do dinheiro que acompanha o Prémio Berggruen de Filosofia e Cultura, coloca o seu argumento à prova.