“Longo-Termismo” vs. “Riscos Existenciais”

Tenho notado que a expressão “longo-termismo” está a ocupar uma parte crescente da “imagem de marca” da comunidade no que respeita ao exterior. Por exemplo, o Fundo do Futuro a Longo Termo, o Future Fund do FTX (“apoiamos projectos ambiciosos para melhorar as perspectivas da humanidade a longo termo”) e o lançamento iminente do What We Owe The Future (“making the case for long-termism”) [O Que Devemos ao Futuro (“em defesa do longo-termismo”)].

69 coisas que podem ser de financiamento bastante eficaz (parte 2 de 2)

Abaixo listo 69 oportunidades de financiamento bastante eficazes. Essas oportunidades de financiamento têm a capacidade de absorver uma quantidade razoável de dinheiro de forma eficaz marginalmente (na ordem de dezenas a centenas de milhares de dólares), porque mesmo que haja retornos decrescentes à medida que o financiamento aumenta, a princípio haverá retornos crescentes e retornos constantes em função da escala…

69 coisas que podem ser de financiamento bastante eficaz (parte 1 de 2)

Abaixo listo 69 oportunidades de financiamento bastante eficazes. Essas oportunidades de financiamento têm a capacidade de absorver uma quantidade razoável de dinheiro de forma eficaz marginalmente (na ordem de dezenas a centenas de milhares de dólares), porque mesmo que haja retornos decrescentes à medida que o financiamento aumenta, a princípio haverá retornos crescentes e retornos constantes em função da escala…

O custo escondido de nos afastarmos da pobreza

O Center for Effective Altruism e os altruístas eficazes activos nos espaços da Internet já há algum tempo se estão a afastar de um interesse pela pobreza para se concentrarem no futuro distante e no trabalho a um meta-nível (e, se não for isso, na defesa da causa animal). Curiosamente, as bases do altruísmo eficaz não parecem ter feito essa mudança (ou pelo menos não a completaram). Em geral, concordo com o CEA e com a comunidade activa na Internet sobre este assunto. Parece-me que é uma mudança suportada por uma fundamentação sólida. No entanto, penso que há motivos para se fazer uma pausa, e considerar algo do que o AE perde ao fazer essa mudança.