O Ponto Crucial da História

Os perigos de tratar os riscos de extinção como uma preocupação predominante da humanidade deveriam ser óbvios. Ver os problemas actuais na óptica dos riscos existenciais da nossa espécie pode reduzir esses problemas actuais a quase nada, ao mesmo tempo que se justifica quase tudo o que aumente as nossas probabilidades de sobreviver o tempo suficiente para nos propagarmos muito para lá da Terra.

Mortalidade Infantil: uma tragédia diária de enormes proporções face à qual podemos fazer progressos

Imagine o que significa para uma criança perder a sua vida; imagine o que significa para uma família ver o seu filho morrer. Dez famílias irão sentir isso no próximo minuto. Isso irá repetir-se a cada minuto durante o resto do ano. É esse o horror da mortalidade infantil. […]
O facto de a desigualdade económica mapear a desigualdade da sobrevivência infantil significa que uma criança num país rico tem uma vantagem de duas maneiras: pode ter a expectativa de sobreviver e irá viver numa sociedade onde os rendimentos são mais de 70 vezes acima do que os rendimentos dos países mais pobres.

Os Efeitos da Mudança de Perspectiva no nosso Comportamento Altruísta: Uma primeira análise em filosofia experimental.

Em uma postagem anterior, eu compartilhei os primeiros resultados de um estudo de filosofia experimental que tenta mapear a eficácia de diferentes estímulos para convencer as pessoas a fazer doações. […] Uma segunda fase exploratória consiste em examinar as razões oferecidas pelos participantes da condição relativa ao raciocínio virtuoso. Este ensaio apresenta as primeiras reflexões sobre essa exploração.

Os nossos critérios para as instituições de caridade principais

A GiveWell tenta ajudar os doadores a fazer o maior bem possível com cada dólar que estes doam. O nosso objectivo é encontrar excelentes oportunidades de doação e publicar os detalhes completos da nossa análise para ajudar os doadores a decidir para onde doar. Não pretendemos classificar todas as instituições de caridade, mas sim encontrar aquelas que consideramos que maximizam o impacto de doações adicionais em termos de vidas salvas ou melhoradas.

A falta de controvérsia sobre uma ajuda bem orientada

Há uma série de debates públicos de grande visibilidade sobre o valor da ajuda externa […] geralmente têm pessoas inteligentes e argumentos de ambos os lados, e a pergunta “A ajuda funciona?” é complexa e não tem uma resposta simples.

No entanto, acreditamos que estes debates são por vezes mal interpretados, causando confusão e preocupação desnecessárias.