Argumentos Contra o Especismo

Pense em qualquer caraterística “humana”. Na maioria dos casos, se não em todos, há seres humanos que não possuem essa caraterística – e animais não humanos que a exibem. Então, como podemos justificar a desconsideração dos interesses ou do sofrimento dos animais não-humanos? Como podemos justificar nosso incessante abuso de animais não humanos para fins lucrativos?

Um olhar actualizado sobre os riscos da IA a longo termo

[O novo artigo] Em vez de fazer um questionário a todos os especialistas em IA, faz um questionário a pessoas que trabalham na “segurança e governação da IA”, ou seja, pessoas que já se preocupam com o facto de a IA ser potencialmente perigosa, e que dedicaram as suas carreiras a abordar esta questão. Como tal, estavam em média mais preocupadas do que as pessoas dos questionários anteriores, e deram uma probabilidade média de ~10% de catástrofe relacionada com a IA.

Os Efeitos da Mudança de Perspectiva no nosso Comportamento Altruísta: Uma primeira análise em filosofia experimental.

Em uma postagem anterior, eu compartilhei os primeiros resultados de um estudo de filosofia experimental que tenta mapear a eficácia de diferentes estímulos para convencer as pessoas a fazer doações. […] Uma segunda fase exploratória consiste em examinar as razões oferecidas pelos participantes da condição relativa ao raciocínio virtuoso. Este ensaio apresenta as primeiras reflexões sobre essa exploração.

O Precipício: Introdução e Capítulo I

Este livro argumenta que salvaguardar o futuro da humanidade é o derradeiro desafio do nosso tempo. Pois encontramo-nos num momento crucial da história da nossa espécie. Alimentado pelo progresso tecnológico, o nosso poder cresceu tanto que, pela primeira vez na longa história da humanidade, temos a capacidade de nos destruirmos a nós mesmos — amputando todo o nosso futuro e tudo aquilo em que nos poderíamos tornar.