7 Dicas para um Natal Altruísta Eficaz

Por vezes queremos ajudar mas não sabemos bem como. E isso torna-se ainda mais difícil quando surgem tantos pedidos de ajuda, como acontece especialmente nesta altura do ano. E ainda se torna mais complicado quando queremos que a nossa ajuda seja o mais eficaz possível.

Apresentamos então algumas sugestões, umas são tão simples que só necessitam que clique num botão, e outras dependem do nível de compromisso que cada um está disposto a assumir para melhorar substancialmente o mundo.

Anúncios

Os cientistas calcularam o custo de erradicar 11 doenças que poderão matar milhões numa pandemia

Uma das melhores maneiras de salvar a humanidade de uma pandemia global no futuro é desenvolver, agora, vacinas contra doenças infecciosas. Mas a pesquisa científica tem sido lenta, em parte porque ninguém sabe quanto custaria produzir tais vacinas.

Isso mudou na semana passada…

Se quer discordar do altruísmo eficaz, será necessário que discorde de uma destas 3 afirmações

O altruísmo eficaz é frequentemente motivado pelo apelo ao argumento do lago de Peter Singer.

Isso é bom porque é um argumento forte, concreto e bem estudado. No entanto, existem duas desvantagens (i) associa o altruísmo eficaz ao desenvolvimento internacional (ii) dá a entender que se pode refutar a importância do altruísmo eficaz ao refutar o argumento do lago.

De facto, a importância do altruísmo eficaz é muito mais robusta do que o argumento do lago.

Quais são os problemas morais mais importantes do nosso tempo?

De todos os problemas que a humanidade enfrenta, em quais devemos concentrar-nos para resolver primeiro? Numa palestra convincente sobre como tornar o mundo melhor, o filósofo moral Will MacAskill apresenta um enquadramento para responder a essa questão com base na filosofia do “altruísmo eficaz” ‒ e partilha ideias para enfrentar três questões globais prementes.

Saúde global: expansão ou desolação?

Guerra, doença, fome, morte… as notícias estão cheias de histórias de horror e é fácil pensar que o mundo está a ruir ao nosso redor.

Mas a verdade é muito diferente. Enquanto os jornalistas se concentram, e com razão, nos vários eventos e nos riscos terríveis que enfrentamos, o quadro geral em termos de saúde e segurança humanas é de constante e, muitas vezes, dramática melhoria.

Perguntas frequentes sobre riscos de sofrimento astronômico futuro (riscos-s)

O que são os riscos-s?

No ensaio Reduzir os Riscos de Sofrimento Astronômico: Uma Prioridade Negligenciada, os riscos-s (também chamados de riscos de sofrimento ou riscos de sofrimento astronômico) são definidos como “eventos que provocariam sofrimento em escala astronômica, excedendo vastamente todo o sofrimento que existiu na Terra até agora”.