Domar os monstros do amanhã

O filósofo Nick Bostrom acredita que é perfeitamente possível que a inteligência artificial (IA) possa levar à extinção do Homo sapiens . Em seu best-seller de 2014, Superintelligence: Paths, Dangers, Strategies, Bostrom retrata um cenário sombrio no qual os pesquisadores criam uma máquina capaz de se aperfeiçoar a si mesma progressivamente. Em algum momento, ela aprende a ganhar dinheiro com transações on-line e começa a comprar bens e serviços no mundo real. Usando DNA encomendado por correio, cria nanossistemas simples que, por sua vez, criam sistemas mais complexos, dando-lhe cada vez mais capacidade de moldar o mundo.

Anúncios