A GiveWell está a explorar oportunidades de doação que são mais difíceis de medir

A GiveWell tornou-se influente no campo da filantropia, orientando as doações das pessoas que se identificam como altruístas eficazes, o que significa que estas procuram fazer o maior bem que podem com cada moeda que doam.

Agora, depois de mais de uma década de pesquisa, a organização está a expandir o seu âmbito ao explorar oportunidades “para potenciar recursos governamentais e afectar políticas governamentais”. E nos próximos três anos, a organização tem nos seus planos dobrar o tamanho da sua equipa de pesquisa, de 10 para 20 pessoas.

Anúncios

Conselhos de carreira que eu gostaria de ter recebido quando era jovem

Um leitor que prefere permanecer anónimo — mas cuja carreira achamos que fez uma enorme quantidade de bem — enviou-nos esta lista de conselhos que ficou grato por ter recebido, ou que gostaria de ter recebido quando era mais jovem.

Pensamos que era muito interessante, incluindo aquilo em que não está exactamente alinhado com os nossos pontos de vista habituais, e por isso publicamos aqui com a sua permissão.

Quantas vidas é que vale Notre Dame?

Pouco mais de 24 horas após o incêndio que danificou seriamente a Notre-Dame de Paris, as doações para a reconstrução da catedral de 850 anos ultrapassaram 1 bilhão de euros (1,1 bilhão de dólares) [Pt. mil milhões de euros]. A maior parte deste dinheiro vem de algumas das pessoas mais ricas da França. […] o custo da reconstrução deve ficar entre 300 e 600 milhões de euros, muito menos do que o valor angariado.
Os manifestantes gilets jaunes (coletes amarelos) já levantaram a questão óbvia: “E os pobres?”

Medir a felicidade pode tornar o altruísmo mais eficaz?

A depressão ataca 350 milhões de pessoas por ano e a ansiedade ataca 146 milhões. O número de pessoas que vive em extrema pobreza é maior, são 702 milhões. Porém, há de se notar que enquanto os números de pessoas vivendo em pobreza extrema vem diminuindo anualmente, a tendência no caso das doenças mentais é o contrário; os casos vêm aumentando. Isso levou a alguns membros do AE a se preocuparem se as doenças mentais deviam entrar na lista de causas priorizadas pelo movimento.

A carne cultivada pode salvar o planeta?

Mesmo que o mundo passasse para uma fonte de energia totalmente limpa e usasse essa energia limpa para carregar uma frota totalmente elétrica de carros, transportes públicos e de cargas, uma importante fonte de emissões de gases de efeito estufa continuaria a crescer: a carne.

A indústria da pecuária agora é responsável por cerca de 15% das emissões globais de gases de efeito estufa, aproximadamente o mesmo que as emissões dos tubos de escape de todos os veículos do mundo. Mas enquanto se pode esperar que as emissões dos veículos diminuam à medida que proliferam híbridos e veículos elétricos, prevê-se que o consumo global de carne seja 76% maior em 2050 do que nos últimos anos.

Que mundo será salvo?

É comum argumentar-se a favor da importância da redução dos riscos existenciais (riscos-x), enfatizando o imenso valor que pode existir ao longo do futuro, se o futuro vier.
[…] Parece-me que há outra consideração importante que complica a posição a favor dos esforços de redução dos riscos-x, e que as pessoas, até ao momento, têm negligenciado. A consideração é que…

Minimalismo e Altruísmo Eficaz

O minimalismo significa que nos concentremos no que é mais importante para nós e na remoção de distrações desnecessárias. A ideia tem valor porque há tantas coisas que nos desviam do que realmente queremos e é por isso que o minimalismo abrange áreas como a organização do espaço em que vivemos, gastar dinheiro de forma sensata e otimização do tempo livre, atenção e esforço. Estas ideias complementam as do altruísmo eficaz…