O problema dos danos naturais

O que devemos fazer em relação à situação dos animais não humanos selvagens que se encontram no território natural e são prejudicados por processos não antropogênicos, como por exemplo fome, sede, doenças, parasitismo e desastres naturais? Deveríamos não interferir em suas vidas e apenas evitar danos decorrentes de práticas humanas? Isto é, deveríamos “deixar a natureza seguir o seu curso”? Ou, será que deveríamos intervir apenas quando fazê-lo for necessário para realizar interesses humanos ou para atingir metas ecologistas? Ou, ao invés, deveríamos ajudá-los por preocupação com o seu próprio bem?

Se quer discordar do altruísmo eficaz, será necessário que discorde de uma destas 3 afirmações

O altruísmo eficaz é frequentemente motivado pelo apelo ao argumento do lago de Peter Singer.

Isso é bom porque é um argumento forte, concreto e bem estudado. No entanto, existem duas desvantagens (i) associa o altruísmo eficaz ao desenvolvimento internacional (ii) dá a entender que se pode refutar a importância do altruísmo eficaz ao refutar o argumento do lago.

De facto, a importância do altruísmo eficaz é muito mais robusta do que o argumento do lago.

Fundo Eficaz de Defesa Animal

O Fundo Eficaz de Defesa Animal é para aqueles que desejam maximizar o impacto de sua doação. As contribuições para esse fundo serão distribuídas pelas principais instituições de caridade, pelas que se destacam, por outras instituições ou programas de caridade promissores que a nossa pesquisa indique que obterão o melhor resultado possível no momento da distribuição e/ou para a própria pesquisa da ACE [Animal Charity Evaluators]

Quais são os problemas morais mais importantes do nosso tempo?

De todos os problemas que a humanidade enfrenta, em quais devemos concentrar-nos para resolver primeiro? Numa palestra convincente sobre como tornar o mundo melhor, o filósofo moral Will MacAskill apresenta um enquadramento para responder a essa questão com base na filosofia do “altruísmo eficaz” ‒ e partilha ideias para enfrentar três questões globais prementes.

Relatório sobre a eficácia de protestos

Protestos são uma forma de intervenção frequentemente usada na defesa dos animais. Estimamos que entre 40 e 80 protestos pela defesa dos animais ocorram a cada semana apenas nos EUA. Apesar de sua predominância, o propósito e os efeitos de protestos não são bem compreendidos. Um equívoco comum é pensar que com os protestos se pretende mudar a opinião pública; na verdade, organizadores frequentemente relatam que com os protestos se pretende interromper o atual estado de coisas a fim de estimular mais mudanças sistêmicas.