O Ponto Crucial da História

Os perigos de tratar os riscos de extinção como uma preocupação predominante da humanidade deveriam ser óbvios. Ver os problemas actuais na óptica dos riscos existenciais da nossa espécie pode reduzir esses problemas actuais a quase nada, ao mesmo tempo que se justifica quase tudo o que aumente as nossas probabilidades de sobreviver o tempo suficiente para nos propagarmos muito para lá da Terra.

Mortalidade Infantil: uma tragédia diária de enormes proporções face à qual podemos fazer progressos

Imagine o que significa para uma criança perder a sua vida; imagine o que significa para uma família ver o seu filho morrer. Dez famílias irão sentir isso no próximo minuto. Isso irá repetir-se a cada minuto durante o resto do ano. É esse o horror da mortalidade infantil. […]
O facto de a desigualdade económica mapear a desigualdade da sobrevivência infantil significa que uma criança num país rico tem uma vantagem de duas maneiras: pode ter a expectativa de sobreviver e irá viver numa sociedade onde os rendimentos são mais de 70 vezes acima do que os rendimentos dos países mais pobres.

Variantes de Covid-19: Temos de vacinar o mundo para evitar variantes mais perigosas.

A variante delta mudou a luta contra a Covid-19 nos Estados Unidos. Antes de se ter alastrado, os casos encontravam-se em declínio acentuado, especialmente nas zonas do país com elevada vacinação. Começava a parecer que a maioria das pessoas vacinadas poderia esquecer tudo sobre a Covid-19 e voltar às suas vidas.

Agora, os casos atingiram um pico mesmo em áreas altamente vacinadas…

A falta de controvérsia sobre uma ajuda bem orientada

Há uma série de debates públicos de grande visibilidade sobre o valor da ajuda externa […] geralmente têm pessoas inteligentes e argumentos de ambos os lados, e a pergunta “A ajuda funciona?” é complexa e não tem uma resposta simples.

No entanto, acreditamos que estes debates são por vezes mal interpretados, causando confusão e preocupação desnecessárias.

Nutrição Intelectual

O Dia Mundial da Alimentação foi na semana passada. A ideia de mandar os meus filhos para a escola sem comer algo de bom e saudável logo pela manhã me deixa algo assustada. Como se concentrariam? Como aprenderiam? Conseguiriam aguentar até à hora do recreio sem perder as forças?

No entanto, todos os dias, literalmente, milhões de crianças em todo o mundo aparecem na escola com o estômago vazio. Ou não aparecem de todo.