Nota sobre a má conduta na Oxfam

Esta semana, a Oxfam GB (Grã-Bretanha) foi acusada de encobrir a má conduta por parte de alguns dos seus funcionários, há alguns anos no Chade e no Haiti. As alegações referem-se à má conduta sexual por parte de alguns funcionários (nomeadamente o uso de prostitutas, algumas das quais poderiam ser menores de idade), à alegada falha da Oxfam GB em atender aos avisos/reclamações de outros funcionários sobre problemas no terreno e à alegada falha em relatar adequadamente tais reclamações ao regulador. O regulador, a Comissão de Caridade para a Inglaterra e o País de Gales, iniciou esta semana uma investigação oficial sobre a Oxfam.

Porque ainda faço donativos à Oxfam

Quando estou a considerar se devo comprar algo que quero, mas que realmente não preciso, às vezes tenho uma conversa imaginária. Com uma pessoa imaginária. Vamos chamar-lhe Daliya. Ela vive no distrito de Balaka no Malawi, no sudeste da África. Parte do dinheiro que dei à Against Malaria Foundation (AMF) ajudou a financiar as 235.000…