Quer fazer a diferença? Considere o Altruísmo Eficaz

Por Heike Lettrari e Wray McOuat (Marlet)

MaiorBem

Como fazer o maior bem? (Arte digital: José Oliveira | Fotografias: Pixabay.)

Recolher o lixo seria incrível. Fazer voluntariado no lar de idosos na rua de baixo seria ainda melhor. Mas de todas as formas possíveis de se fazer a diferença, qual será a melhor? E como saber se é a melhor? Ou seja, como garantir que não se faz apenas a diferença, mas a maior diferença que se pode fazer? E se quer fazer o bem com a sua carreira, qual a melhor carreira que pode escolher em termos de impacto social?

O Bill Gates, o Elon Musk e a Cari Tuna respondem a essas perguntas usando evidências de alta qualidade, um raciocínio cuidadoso e estudos aprofundados, em vez de simplesmente seguirem o seu instinto ou aquilo que os faz se sentirem bem. São defensores do altruísmo eficaz (AE) que, tal como descrito no effectivealtruism.org, é “um movimento social em crescimento que combina o coração e a cabeça: a compaixão guiada por dados e pela razão”. O AE requer que usemos o nosso tempo e dinheiro tão eficazmente quanto possível para mudar o mundo para melhor.

Por exemplo: a pesquisa AE descobriu que cerca de 75 por cento das intervenções de caridade têm pouco ou nenhum efeito. No entanto isso não significa que não se deve doar para instituições de caridade. A mesma pesquisa mostra que, dentre as instituições de caridade que têm algum impacto, as mais eficazes podem ter centenas ou mesmo milhares de vezes maior retorno social por dólar gasto do que as outras.

Conforme relatado no recente livro de Will MacAskill: Doing Good Better (Fazendo melhor o bem), um exemplo dessas instituições de caridade é a Deworm the World, uma organização que trabalha para melhorar a frequência escolar de crianças no Quênia, na Índia, no Vietnã e na Etiópia, fornecendo comprimidos para os livrar de parasitas comuns. Em comparação com outras iniciativas que abordam a frequência escolar, Deworm the World é cerca de 695 vezes mais eficaz do que dar recompensas em dinheiro a meninas que permanecem na escola, cerca de 45 vezes mais eficaz que a concessão de bolsas de estudos por mérito e cerca de 20 vezes mais eficaz do que dar uniformes grátis para as crianças.

Quer saber mais? Recentemente tem havido um aumento nos recursos para o envolvimento com o AE: desde sites como o Center of Effective Altruism, à ajuda de escolha de carreiras da 80,000 Hours, a organizações de avaliação de instituições de caridade como a Giving What We Can, a livros como The Life You Can Save de Peter Singer.*

Na UVic (Universidade de Victoria, no Canada), um novo grupo estudantil foi lançado no início deste ano, juntando-se a este movimento internacional emergente. Segue os passos de grupos de estudantes de AE em Oxford, Cambridge, Princeton, Harvard e muitas outras universidades em todo o mundo. A UVic AE passará a existir este outono, com planos para realizar eventos para discutir a eficácia de várias intervenções de caridade e opções de carreira, arrecadar dinheiro para as instituições de caridade mais eficazes e criar um fórum para que estudantes que pensam do mesmo modo se conheçam.

Participar na UVic AE será particularmente relevante para estudantes que estão tentando descobrir como ter o maior impacto – e é útil começar a pensar desde cedo sobre isso. Podemos fazer uma enorme quantidade de bem ao longo de nossas vidas. Atualmente, a UVic AE fornece links para palestras TED, podcasts e para as principais organizações AE. Você pode encontrar o grupo pesquisando UVic Effective Altruism no Facebook.

Assim, caso se tenha perguntado recentemente “Como posso fazer o maior bem?” venha e junte-se a nós!

* O livro The Life you Can Save, de Peter Singer, está traduzido para português como “Quanto Custa Salvar uma Vida” no Brasil e como “A Vida Que Podemos Salvar” em Portugal. (N. do T.)


Texto de Heike Lettrari e Wray McOuat publicado no Marlet em 8 de setembro de 2016.

Tradução de Fernando Moreno. Revisão de José Oliveira.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s