O processo que levou às nossas recomendações de 2018 (Animal Charity Evaluators)

Esta publicação fornece uma breve abordagem ao processo específico que levou à atualização das nossas recomendações de 2018.
O processo levou à publicação de 11 avaliações abrangentes, novas ou atualizadas, e a uma atualização de nossas recomendações.

Anúncios

Algumas considerações cruciais sobre o Sofrimento de Animais Selvagens

Uma “consideração crucial” — um termo inventado por Nick Bostrom — é um elemento de prova que muda radicalmente o valor da busca de uma determinada intervenção ou área de interesse. Como se sabe tão pouco sobre a melhor maneira de buscar o bem-estar dos animais selvagens, há muitas considerações cruciais, e ter opiniões diferentes sobre elas pode mudar radicalmente as intervenções que se apoia e quão custo-eficazes elas serão.

Recomendações da Animal Charity Evaluators para 2018

Atualizamos anualmente a lista que recomendamos das nossas melhores instituições de caridade e das que se destacam.
Temos o prazer de anunciar que este ano (pela primeira vez) selecionamos quatro intituições de caridade, ao invés de três. Animal Equality, The Good Food Institute, e The Humane League todas mantiveram o lugar nas melhores como no ano passado, e a Albert Schweitzer Foundation (anteriormente uma –Instituição de Caridade de Destaque) junta-se às melhores.

Fundo Eficaz de Defesa Animal

O Fundo Eficaz de Defesa Animal é para aqueles que desejam maximizar o impacto de sua doação. As contribuições para esse fundo serão distribuídas pelas principais instituições de caridade, pelas que se destacam, por outras instituições ou programas de caridade promissores que a nossa pesquisa indique que obterão o melhor resultado possível no momento da distribuição e/ou para a própria pesquisa da ACE [Animal Charity Evaluators]

Este grupo de reflexão quer acabar com a pecuária industrial

O Sentience Institute acredita que pode encontrar na história dos movimentos sociais as respostas para os problemas de hoje.

Houve tempos em que cultivar carne em laboratório para consumo humano era coisa de ficção científica, mas ela está aqui, agora. As empresas de alimentos em todo o mundo estão desenvolvendo carne cultivada, que é feita a partir de estruturas celulares em um laboratório em vez de em animais, e não demorará muito para estar nas prateleiras das lojas. A carne promete ser mais ética do que comer vegetais e menos prejudicial para o meio ambiente do que a pecuária industrial (embora isso não signifique que alguém irá querer comê-la).