Nutrição Intelectual

O Dia Mundial da Alimentação foi na semana passada. A ideia de mandar os meus filhos para a escola sem comer algo de bom e saudável logo pela manhã me deixa algo assustada. Como se concentrariam? Como aprenderiam? Conseguiriam aguentar até à hora do recreio sem perder as forças?

No entanto, todos os dias, literalmente, milhões de crianças em todo o mundo aparecem na escola com o estômago vazio. Ou não aparecem de todo.

Parabéns a Esther Duflo, Michael Kremer e Abhijit Banerjee pelo Prêmio Nobel

A Evidence Action felicita calorosamente Michael Kremer, Esther Duflo e Abhijit Banerjee por terem recebido recentemente o Prêmio Nobel de Ciências Econômicas. A nossa organização muito lhes deve pela sua pesquisa inovadora e o seu compromisso para compreender, com clareza científica, o que funciona (e não funciona) para melhorar a vida das pessoas mais pobres em todo o mundo.

Três maneiras de atingir seus objetivos de doação

“Não sou muito bom a planejar orçamentos na minha vida pessoal […] Este ano, isso me incomodou especialmente, e parece-me que não vou conseguir atingir o meu compromisso anual.”

Isso lhe parece familiar? À medida que o final do ano se aproxima, muitos de nós nos lembramos das metas e planos que estabelecemos em janeiro e balançamos a nossa cabeça desapontados. Mas não precisa ser assim.

Doar agora ou doar depois?

Às vezes, as pessoas perguntam [à GiveWell] se devem doar agora ou economizar o seu dinheiro e doar (incluindo os juros/retornos acumulados do seu dinheiro) posteriormente. Não nos parece que exista uma resposta clara. Aqui estão as principais questões conforme as vejo quando penso em minhas próprias doações. Conclusão – a minha estratégia preferida no momento é doar regularmente (uma porcentagem fixa do meu rendimento a cada ano).