Por que pessoas defensoras dos animais deveriam se envolver com a política

VeganismoNaPolitica

O veganismo deveria chegar à Politica? (Arte digital: José Oliveira | Fotografias: Wikimedia)

Uma série de considerações são favoráveis quanto ao potencial da área da política para o ativismo altamente eficaz: 

Enquanto muitos argumentos em favor do veganismo, quando usados ​​para criticar as escolhas pessoais de consumidores, como comer carne, são completamente ignorados ou são encarados com hostilidade e uma rejeição enfática, os mesmos argumentos são muitas vezes recebidos abertamente, avaliados com sobriedade e depois aceitos rapidamente quando são usados para criticar políticas públicas, como subsídios governamentais para a criação de animais.

O que vale para críticas também vale para as propostas de alternativas. É mais fácil convencer racionalmente cidadãos a apoiar subsídios governamentais para produtos veganos do que convencer racionalmente consumidores a se tornarem veganos, mesmo que tais cidadãos e consumidores sejam as mesmas pessoas.

Com certeza pode ser difícil fazer com que argumentos racionais para o veganismo sejam ouvidos no domínio político também. O ponto, no entanto, é que é significativamente menos difícil trabalhar com esses argumentos no domínio político do que no domínio privado. Pelo menos é o que a nossa experiência sugere e o que revelam estudos sobre a diferença entre as atitudes éticas e o comportamento real dos consumidores. Muitas pessoas são, por assim dizer, “moralmente, mas não comportamentalmente contrárias” a se causar sofrimento animal. Embora seu comportamento de consumo não reflita sua (talvez fraca) atitude moral no domínio do mercado, essas pessoas provavelmente apoiarão, por exemplo, a introdução de opções veganas em instituições públicas no domínio político. Expressar a nossa atitude moral com um voto envolve menos esforço e nos incentiva a fazer escolhas individuais que gostaríamos de fazer modificando a situação institucional dentro da qual essas escolhas são feitas.

Mas mesmo que a resistência aos argumentos em favor do veganismo fosse maior no domínio político do que no domínio privado, o esforço marginal para empurrá-los para o domínio político ainda assim poderia valer a pena. Isso se deve ao potencial de influência inerente à política (democrática). Se 51% das pessoas cidadãs (ou decisores institucionais) decidirem de uma maneira, sua decisão se torna lei tanto para elas como para as outras 49%, enquanto que as escolhas de 51% dos consumidores ou indivíduos particulares não são de modo algum vinculativas para os outros 49%, e até mesmo os 51% continuam livres para mudar de ideia e agir de forma diferente sempre que quiserem.

Além disso (e talvez o mais importante), a arena política proporciona uma enorme plataforma para espalhar ideias e vê-las discutidas em toda a sociedade.

Democracias diretas, como a Suíça, disponibilizam a opção de iniciativas populares: recolha 100 000 assinaturas a nível nacional ou apenas algumas poucas centenas ou milhares a nível municipal ou regional nos cantões — e irá obter um voto popular vinculativo sobre a lei que propõe, acompanhado de declarações contra e a favor, emitidas por todos os órgãos e organizações políticas relevantes, bem como de um debate público ao longo de uma semana.

Fazer lóbi parlamentar também pode ser uma atividade muito custo-eficaz. Se apenas um membro do parlamento apoia nossa causa, muitas vias se abrem para que a sociedade discuta ideias importantes. Pessoas membras do parlamento muitas vezes também têm formas muito diretas e confiáveis ​​de gerar atenção significativa da mídia: comunicados de imprensa individuais, conferências de imprensa e entrevistas, comunicados de imprensa das organizações das quais são membras ou dos comitês respeitáveis ​​que elas criaram, moções nos parlamentos, discursos, etc.

 


Texto de Adriano Maninno postado no blog da Sentience Politics, em 01 de abril de 2014.

Tradução de Lara André. Revisão de José Oliveira.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s