A Giving What We Can ainda cresce a um ritmo surpreendentemente bom

Por Robert Wiblin (EA Forum)

GWWC a crescer

A Giving What We Can está a crescer? (Arte digital: José Oliveira | Fotografias: Pixabay)

 

A Giving What We Can (GWWC) costumava ter um gráfico em seu site mostrando como o seu número de membros crescera ao longo do tempo. Depois de uma remodelação  do site, há cerca de um ano, o gráfico foi removido por razões técnicas e trazê-lo de volta ainda não chegou ao topo da lista de prioridades da equipe de tecnologia. Como resultado, as pessoas não têm conseguido acompanhar o desempenho da GWWC.

Bem, trago boas notícias! Apesar de receber muito menos atenção direta do que antes, a adesão à GWWC continua a crescer a um ritmo saudável. Na verdade, tem crescido a um ritmo surpreendentemente saudável (clique aqui para abrir uma versão em mais alta resolução):

gráfico-crescimento GWWC

 

Desde que o Centre for Effective Altruism (CEA) deixou de se concentrar em fazer crescer o número de membros da GWWC, em meados de janeiro de 2017, esta atraiu mais 1.152 membros.

Isso se compara a 1.528 no mesmo período antes de meados de janeiro de 2017. Por essa medida, ao deixar de priorizar a GWWC isso só diminuiu a taxa de adesão de novos membros em 25%.

Também podemos ver a mudança na trajetória de outras formas. O número de membros da GWWC parecia estar crescendo acima de uma taxa linear até meados de janeiro de 2018, mas linearmente desde então. Se modelarmos esse crescimento como um polinômio de segunda ordem — lembrem-se das equações quadráticas do ensino médio [Pt. ensino secundário] —, o crescimento é um terço menor. Se o modelarmos como um polinômio de terceira ordem — que penso ser o melhor ajuste para os dados até janeiro de 2018 —, o crescimento diminuiu cerca de metade. Se modelarmos isso — de maneira um tanto ambiciosa — como uma exponencial, terá diminuído cerca de 70%.

Algumas outras observações:

  • Podemos ver que demorou um pouco desde que a GWWC contratou seu primeiro membro da equipe para que isso se traduzisse no aumento do número de membros. Estava trabalhando na GWWC na primeira metade desse período, e parece-me um caso bastante clássico de como leva tempo para se desenvolver o “ajuste entre mercado e produto”, como a Y Combinator lhe chama. Levou tempo para se saber: I) o que encorajaria o tipo de pessoas que manteriam o compromisso a realmente se inscrever, II) que tipo de pesquisa ou outro conteúdo atrairia o tipo de leitores que gostariam de assumir o compromisso, III) como fazer o melhor uso dos grupos locais da GWWC, IV) muitas outras coisas além disso.
  • O impacto das três campanhas de adesão GWWC nas temporadas de festas/ano novo em 2014, 2015 e 2016 é muito visível.
  • O período em que um CEA reorganizado como um todo se concentrou em fazer crescer o número de membros da GWWC — a terceira campanha da temporada de férias, de outubro de 2016 a janeiro de 2017 — foi bastante bem-sucedido. Resultou em um crescimento do número de membros 80% maior do que o segundo melhor intervalo de quatro meses.

O crescimento não ter desacelerado tanto quanto teria previsto sugere que esforços anteriores para aumentar o número de membros da GWWC não estavam tendo tanto impacto quanto pensava.

Isso não corrobora a minha experiência pessoal trabalhando lá em 2012 e 2013.

Em primeiro lugar, podemos ver como é o crescimento do número de membros sem esforços para chamar a atenção para o compromisso no aumento muito gradual do período de 2009 a 2012. Isso foi gerado por propagação orgânica através de redes sociais, notícias ocasionais e algum tráfego de busca na internet. Apenas 35 pessoas aderiram em 2010 e 98 em 2011 — 18 e 6 vezes menos do que a taxa atual, respectivamente.

Em segundo lugar, o impacto das campanhas do período de férias em 2014, 2015 e 2016 mostra a eficácia de encorajar as pessoas a tomar uma decisão ativa sobre assumir o compromisso ou não. Note-se que, sem uma campanha ativa, não houve aumento perceptível nos compromissos em 2012, 2013 ou 2017, o que mostra que foram esses esforços que resultaram, em vez de algum “efeito de temporada de férias” em geral.

Uma explicação alternativa é que a maior base de membros da GWWC significa que ela agora se espalha organicamente pelas redes sociais muito mais rapidamente do que no passado.

A taxa base de pessoas a descobrir a GWWC através de seu site não mudou muito: desde janeiro de 2017, o número de novos usuários que visitam o site diminuiu apenas 15%, apesar de haver pouco conteúdo novo. Isso reflete a grande parcela de pessoas que lá chegam por tráfego de pesquisa, que tem sido praticamente estável.

Outra interpretação alternativa é que os esforços para promover as ideias do altruísmo eficaz de forma mais ampla — sem encorajar as pessoas a se juntarem especificamente à GWWC — podem estar criando membros da GWWC a uma taxa bastante alta e maior do que vimos nos seus primeiros tempos.

O que quer que esteja acontecendo, não desconsidere a GWWC. Parabéns a todas as pessoas que ajudaram a construí-la ao longo dos anos, e sejam bem-vindos todos esses novos membros!


Embora esteja na 80,000 Hours agora, e tenha trabalhado na GWWC em 2012 e 2013, escrevi este post a título pessoal.


Texto de Robert Wiblin publicado originalmente no EA Forum a 18 de julho de 2018.

Tradução de Daniel de Bortoli e revisão de José Oliveira.

Botao-assineBoletim

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s