O que faz com que uma instituição de caridade seja eficaz?

Por The Life You Can Save

EncontrarCaridade Eficaz

Como encontrar uma instituição de caridade eficaz? (Arte digital: José Oliveira | Fotografias: Pixabay)

Quando damos dinheiro a uma instituição de caridade, assumimos que o dinheiro será usado para fazer o bem. Mas nem sempre é assim. Algumas instituições de caridade conseguem fazer muito pouco; algumas podem até causar danos não intencionais. A maioria das instituições de caridade provavelmente tem algum impacto positivo, mas a quantidade de bem que fazem varia muito. Ao garantir que se doa para instituições de caridade eficazes, pode ter a certeza de que as suas doações farão uma diferença significativa.O que torna uma instituição de caridade eficaz, como sabemos se é eficaz e como podemos usar essas informações para orientar as nossas doações?

Mitos sobre a caridade “Despesas Gerais”

As pessoas geralmente presumem que as despesas gerais baixas — ou gastos administrativos — são um bom indicador da eficácia da instituição de caridade. Afinal de contas, quanto menos dinheiro uma instituição de caridade gasta em operações e marketing, maior o bem directo que ela pode atingir no seu domínio, certo? Não necessariamente.

Algumas instituições de caridade muito eficazes têm despesas gerais relativamente altas, enquanto que algumas instituições de caridade com despesas gerais muito baixas não conseguem fazer quase nada. As despesas gerais podem incluir investimentos que aumentem o impacto de uma instituição de caridade, como formação, planificação e avaliação, além da captação de recursos para ajudar a organização a conseguir fazer mais e a manter o seu progresso. Os índices de despesas gerais por si só revelam muito pouco sobre a eficácia de uma instituição de caridade.

Medidas de Eficácia

As iniciativas funcionam comprovadamente?
Um dos passos mais importantes na determinação da eficácia requer que se estabeleça uma relação de causa e efeito. Os resultados que uma instituição de caridade divulga podem ser atribuídos inteiramente às suas acções? Alguns resultados teriam acontecido de qualquer das maneiras, mesmo sem o envolvimento dessa instituição de caridade? A maneira ideal de responder a essas perguntas é por meio de estudos aleatórios controlados (EACs), em que um grupo de pessoas seleccionadas aleatoriamente recebe uma intervenção, enquanto outro grupo não. Nem todos os tipos de intervenções se prestam a EACs, mas instituições de caridade cujos projectos são fundamentados em provas de EACs geralmente podem reivindicar um alto grau de confiança na sua eficácia.

As intervenções são custo-eficazes?
Outro factor importante na determinação da eficácia envolve o custo. Considere duas instituições de caridade, ambas com o objectivo de salvar pelo menos 1000 vidas anualmente. No final do ano, avaliam os seus resultados e ambas as instituições de caridade cumpriram a sua meta. Mas agora considere o seguinte: a instituição A gastou 30 milhões de dólares para salvar essas 1000 vidas, enquanto a instituição B gastou 3 milhões. Isso torna a instituição B 10 vezes mais custo-eficaz do que a instituição A: alcançou os mesmos resultados por um décimo do custo. Dito de outra forma, uma doação para a instituição B provavelmente ajudaria mais pessoas do que a mesma doação para a instituição A. A eficácia em termos de custo é uma componente-chave da eficácia no geral e desempenha um papel importante para se fazer comparações entre instituições de caridade. A The Life You Can Save usa dados de custo-eficácia, apoiados por pesquisa, verificação independente e outras provas, para identificar as instituições de caridade que recomenda.

Para lá dos números

Se considerarmos apenas a relação custo-eficácia, instituições de caridade que usam intervenções comprovadas, eficientes e de alto impacto, cujos impactos podem ser medidos e directamente atribuídos, chegarão ao topo. Irão parecer melhores do que instituições de caridade que testam abordagens experimentais ou têm impactos que são mais difíceis de medir e atribuir, como a divulgação e a educação. Instituições de caridade que trabalham em questões a mais longo termo, cujos esforços podem não trazer benefícios significativos por muitos anos, também sofrem na comparação quando apenas são considerados o custo e o impacto a curto termo. O que podemos usar mais para saber se uma instituição de caridade é eficaz?

Embora os EACs e o custo-eficácia sejam fundamentais para identificar instituições de caridade que geram o maior retorno do investimento, há muitos outros indicadores de eficácia. Factores como um histórico comprovado, transparência, sustentabilidade, monitorização e avaliação rigorosas, competência e experiência na potencialização de financiamento e parcerias estratégicas, amplo alcance e potencial de crescimento e a capacidade de gerar uma ampla gama de benefícios (por exemplo, criação de empregos, crescimento económico local, benefícios sociais, melhorias ambientais) também podem ser usados ​​para identificar instituições de caridade eficazes.

Esses indicadores podem ser mais difíceis de medir, mas são factores importantes a serem considerados na avaliação da eficácia. Os consultores da The Life You Can Save levam em conta esses factores na identificação de instituições de caridade altamente eficazes.

Encontrar instituições de caridade eficazes

Avaliar instituições de caridade e identificar as mais eficazes entre elas envolve muita pesquisa e tempo. Felizmente, organizações como a The Life You Can Save ajudam os doadores a identificar instituições de caridade eficazes, facilitando a busca de oportunidades de doação com um grande impacto.

A The Life You Can Save recomenda instituições de caridade que trabalham em áreas de intervenção que abrangem assistência médica, fome e nutrição e fortalecimento económico. Cada uma das nossas instituições de caridade foi rigorosamente avaliada, para que possa ter certeza de que o seu donativo fará uma diferença real na vida das pessoas que mais precisam de ajuda.

 

As instituições de caridade recomendadas pela THE LIFE YOU CAN SAVE


Publicado originalmente por The Life You Can Save.

Tradução de José Oliveira.

Botao-assineBoletim

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s