Como dar um presente no Natal de 2020 com significado

Por Sigal Samuel (Vox)

Qual é o presente perfeito? (Arte digital: José Oliveira | Fotografias: Pixabay)

As férias de Inverno estão a chegar e, num ano normal, isso significa uma enxurrada de compras e ofertas de presentes. Tenho a certeza de que esse será o caso para muitos de nós também este ano. Mas 2020 esteve tão longe de ser normal e foi tão cheio de sofrimento que destruiu muitos dos nossos hábitos preexistentes.

Quando perguntei aos leitores da Vox quais foram os novos hábitos que adquiriram durante a pandemia e que desejam manter, reduzir o consumismo foi de longe a resposta mais popular. Muitos disseram-me que querem gastar menos dinheiro a comprar novos bens materiais, que trazem gratificação instantânea, mas não trazem felicidade duradoura.

As férias são a altura ideal para colocar este compromisso em prática. Em vez de comprarmos pilhas e mais pilhas de objectos para os nossos entes queridos, muitos dos quais (sejamos realistas) acabam por ficar a apanhar pó numa prateleira ou numa gaveta, podemos dar-lhes um presente de Natal realmente significativo um presente que irá reduzir algum do sofrimento, a alguém, nalgum lugar, que este ano infernal causou.

Uma maneira impressionante de o fazer é doar a uma instituição de caridade em nome do seu amigo ou membro da sua família, e depois talvez oferecer-lhe um certificado que especifique o bem que foi feito em nome deles. (Algumas instituições de caridade excelentes, como a Against Malaria Foundation e a Rainforest Foundation US, oferecem o envio dessas mensagens). Se não se sentir à vontade para deixar de lado os presentes materiais, pode sempre oferecer-lhes um pequeno presente material juntamente com uma doação a uma instituição de caridade.

Mas existem milhões de instituições de caridade por aí fora à escolha. Como saber qual escolher?

O seu instinto pode ser capaz de escolher uma instituição de caridade local pela qual sabe que o seu ente querido tem apego como o teatro favorito da sua comunidade ou o banco alimentar onde costumava fazer voluntariado. Isso é certamente um gesto bonito para se fazer.

Mas algo a ter em mente é que essa instituição de caridade local provavelmente não é a maneira mais eficaz de fazer o bem. As instituições de caridade mais eficazes são geralmente aquelas que visam as pessoas mais pobres nos países em desenvolvimento, onde um dólar vai muito mais longe. E mesmo entre as instituições de caridade que visam essas pessoas, as instituições de caridade mais eficazes produzem um benefício surpreendente 100 vezes acima da instituição de caridade média, de acordo com a avaliação de especialistas.

Por esse motivo, tem crescido todo um movimento em torno da ideia de obter o máximo impacto por cada dólar ao doar a instituições de caridade super-eficazes. Organizações avaliadoras de instituições de caridade como a GiveWell  especializam-se em analisar rigorosamente as provas para descobrir quais são as organizações que salvam ou melhoram mais vidas por cada dólar. O Future Perfect também apresentou recomendações baseadas em provas para as melhores instituições de caridade que trabalham em causas específicas, desde as mudanças climáticas até à justiça criminal e ao bem-estar animal

Como dar de uma maneira que faça o bem e nos faça sentir bem

Para muitos de nós, é difícil sentir que temos de escolher entre dar usando o coração e dar usando a cabeça. A nossa cabeça pode saber que conseguimos salvar mais vidas a doar a uma instituição de caridade que luta contra a malária em países em desenvolvimento, mas o nosso coração pode continuar a querer doar àquele teatro da comunidade local.

É exactamente esse dilema que uma nova plataforma de doação online procura resolver. A Giving Multiplier [Multiplicadora de Doações] permite que confronte os dois impulsos e, ao mesmo tempo, que arranje mais algum dinheiro grátis para a sua instituição de caridade favorita e para uma instituição de caridade super-eficaz. 

No site da Giving Multiplier, é convidado a seleccionar a sua instituição de caridade favorita juntamente com uma das nove instituições de caridade que os especialistas identificaram como tendo um alto impacto e um custo-benefício incríveis (como a Against Malaria Foundation, a GiveDirectly ou a Clean Air Task Force). Basta indicar quanto dinheiro deseja doar e que percentagem deseja direccionar para a sua instituição de caridade favorita por oposição à instituição de caridade super-eficaz. Depois, a Giving Multiplier adiciona dinheiro às suas doações a ambas as instituições de caridade.

Quanto mais doar a uma instituição de caridade super-eficaz, mais a Giving Multiplier irá acrescentar às suas doações. Pode ajustar facilmente a forma como reparte o dinheiro ao arrastar um botão para cima e para baixo até chegar a uma proporção que lhe pareça adequada. Aqui está um exemplo.

Giving Multiplier 

Digamos que tem 1 000 dólares para doar. Pode seleccionar a Against Malaria Foundation como a sua instituição de caridade hiper-eficaz; a Giving Multiplier recomenda-a por causa de provas robustas de que salva a vida de crianças ao distribuir redes mosquiteiras tratadas com insecticida, que custam menos de 5 dólares por unidade. Depois pode seleccionar, digamos, a StrongMinds como a sua instituição de caridade favorita; esta trata mulheres que sofrem de depressão em locais onde existe uma grande escassez de profissionais de saúde mental. Os investigadores calculam que a StrongMinds previne numa mulher o equivalente a um ano de transtorno depressivo maior severo a um custo de cerca de 248 dólares.

Se decidir doar 248 dólares à StrongMinds (20% da sua doação) e destinar o restante para a Against Malaria Foundation, a Giving Multiplier oferece uma taxa de correspondência de 24% — o que significa que ganhou 240 dólares a mais para as duas instituições de caridade.

Este site foi criado por dois investigadores de psicologia de Harvard, Lucius Caviola e Joshua Greene, que descobriram que tendemos a sentir-nos quase tão felizes com as nossas doações quando doamos 50 dólares a uma instituição de caridade favorita, como quando damos 100 dólares. Concluíram que não perderíamos muito desse sentimento de calor interior se doássemos uma parte à instituição de caridade favorita e uma parte a uma instituição de caridade super-eficaz.

Também perceberam que, se conseguissem que os filantropos complementassem as nossas doações, iríamos sentir-nos ainda melhor ao fazer doações. Basicamente, significa que estamos a receber dinheiro de graça, e quem não gosta disso?

Eu aprecio a abordagem incrementalista da Giving Multiplier para ajudar as pessoas a tomarem decisões mais eficazes quanto a doações à caridade. É realista quanto ao facto de que a maioria de nós tende a dar usando o coração, não apenas a cabeça, e atribui valor ao primeiro, ao mesmo tempo que nos empurra para o segundo.

Eu recomendo que o vá lá ver este mês. Saber que o seu presente de Natal irá reduzir parte do sofrimento que o mundo suportou este ano provavelmente fará com que, tanto você como a pessoa em nome de quem doou, se sintam bem.


Publicado originalmente por Sigal Samuel na Vox, a 17 de Dezembro de 2020

Tradução de Rosa Costa e José Oliveira.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s