Jogos de Doação

BibliotecaUR

O meio universitário é um campo fértil, mas não o único, para Jogos de Doação | Wikimedia Commons

Jogos de Doação são uma excelente ferramenta cujo o intuito é estimular a cultura de doação e ensinar sobre o altruísmo eficaz. Não é à toa que a ‘The Life You Can Save’ dedica uma área inteira de seu site para essa prática. Trata-se de um tipo de eventos simples e barato de se organizar, no qual participantes são colocados perante uma decisão de doação arquitetada para aumentar sua percepção quanto a temas importantes, aumentando também o seu senso crítico sobre o que significa uma doação eficaz. O objetivo final dos jogos de doação é tornar seus participantes conscientes de que suas escolhas ou negligências têm um impacto concreto no mundo real.

A estrutura básica de um Jogo de Doação padrão é a seguinte:

Inicialmente são apresentadas aos participantes algumas instituições de caridade pré-selecionadas. Em seguida, consideram cada uma delas e discutem entre si suas vantagens e desvantagens com relação umas às outras. Por fim escolhem qual organização receberá uma doação, que é geralmente bancada pelos organizadores do evento.

Exemplo de Jogos de Doação

Este modelo é bastante flexível e aberto. Podemos encontrar algumas das suas possíveis variações na página da TLYCS acima mencionada:

No primeiro exemplo um professor universitário organiza um Jogo de Doação de cerca de uma hora de duração para um curso sobre ética de 15 estudantes. The Life You Can Save patrocinou este jogo de doação, oferecendo 200 dólares para a instituição de caridade que os estudantes escolherem como a melhor no final do evento. O professor gasta dez minutos apresentando as três possíveis organizações: Give Directly (dinheiro doado diretamente a famílias vivendo em pobreza extrema), Innovations for Poverty Action (pesquisas para identificar e implementar programas anti-pobreza) e um banco de alimentos local. Então, os estudantes são estimulados a discutir os méritos relativos de cada organização. O debate cobre assuntos como priorização de causas, custo-eficácia, evidências de impacto real, atuação na raiz do problema ou em seus sintomas. Por fim, os estudantes votam e a organização vencedora recebe a doação de 200 dólares. O Jogo de Doação termina com uma breve recapitulação da discussão e a circulação de uma lista de interesse caso alguém queira receber mais informações sobre estas e outras oportunidades de doação eficazes.

Em um segundo exemplo, um grupo que promove doações eficazes organiza um Jogo de Doação para estimular a conscientização de sua mensagem e a busca por novos membros. O grupo monta uma mesa em uma área movimentada e convida os transeuntes para se aproximarem. Eles explicam que a pessoa pode dar 1 dólar para Seva (que luta contra cegueira curável no mundo em desenvolvimento) ou para a Against Malaria Foundation (que combate a Malária). Os organizadores fornecem ainda alguns fatos importantes descrevendo o trabalho de cada organização e a maior parte das interações dura um ou dois minutos. Algumas interações duram um pouco mais, quando os interessados fazem mais perguntas sobre as organizações ou sobre o grupo em si. Mas ao invés de buscar o maior número de participantes possíveis para seu grupo, os organizadores se concentram em fornecer uma breve exposição de seu trabalho aos interessados, coletando endereços de email e outros contatos e promovendo um evento futuro.

Podemos ver assim que o conceito de Jogo de Doação fornece um modelo que pode ser alterado de acordo com a necessidade e contexto em que ocorre. Os dois exemplos acima se passam no meio universitário, mas a ideia também pode ser aplicada em colégios, empresas, clubes, grupos religiosos, eventos ou mesmo online. Em alguns casos os participantes fornecem parte ou a totalidade do dinheiro a ser doado. Algumas vezes as organizações propostas são parecidas em termos de eficácia, outras bem diferentes. Enfim, muitas variáveis podem ser testadas no aperfeiçoamento desta excelente prática de divulgação da importância de se pensar no próximo.


Autoria de Thiago Tamosauskas. Revisão de José Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s