Os 10 mais lidos no nosso site AE (2018)

Por José Oliveira

10+lidos_SiteAE_2018

Quais foram os 10 mais lidos de 2018 no site AE? (Arte digital: José Oliveira | Fotografias: Pixabay)

 

Este ano o nosso site atingiu as 25 mil visualizações (mais 5 mil do que no ano anterior). Ao longo do ano, entre textos originais e traduções, fizemos 60 publicações ー o que perfaz mais de 83 mil palavras (cerca de 180 páginas). A essas 60 publicações corresponderam outros tantos arranjos gráficos para a sua divulgação nas redes sociais. Aí esse alcance é mais difícil de objectivar, mas no nosso site o número de visitantes foi de quase 14 mil (mais 2 mil do que no ano anterior).

Trafego anual do site AE 2018.jpg

Na lista dos dez textos mais lidos, entre aqueles que foram publicados este ano, a generalidade não contraria uma tendência que se tem registado no site, em que as publicações mais antigas que se destacaram, continuam a superar as mais recentes, pois vão acumulando visualizações e isso faz também com se tornem mais acessíveis nas buscas no Google (que é a primeira proveniência dos nossos leitores, vindo daí dez vezes mais do que da seguinte, o Facebook ー as restantes proveniências têm sido residuais).

Esta dinâmica dá a entender a razão do fraco controle sobre o alcance do site, ou seja, não se verifica, por exemplo, uma correlação directa entre o número de publicações e o número de visualizações. Aliás, tentou-se contrariar os meses de baixa (ex. Julho e Agosto) fazendo o dobro das publicações, mas esse esforço revelou-se infrutífero nesse aspecto, e o mês que ultrapassou todos os anteriores (Março), teve a regular publicação semanal. E o alcance do site também não parece depender substancialmente das partilhas nas redes sociais, que podem ditar o primeiro movimento ascendente, mas a permanência só se verifica, como se disse, quando o interesse por essas matérias leva as pessoas a fazer pesquisa em motores de busca (usando termos chave como: caridade, pobreza, ética, altruísmo, etc.). O mesmo se pode dizer relativamente aos assuntos abordados (salienta-se que algumas “causas” ainda são recentes no site) e quanto à forma de os abordar (mais ligeira ou mais aprofundada), visto também aí não se notar uma clara preferência por parte dos nossos leitores.

A referida tendência pode-se verificar num tipo de publicações que se tem feito ao longo dos anos, sempre com um alcance acima da média, e que, por serem de natureza semelhante, permitirá esta conclusão. Trata-se das recomendações da The Life You Can Save, pois a publicação de 2015, regista neste momento 3 894 visualizações; a de 2016, 3 300 visualizações; a de 2017, 481 visualizações; e a mais recente, a de 2018, ainda só tem 20 visualizações (note-se que cada uma das anteriores tem uma ligação para a mais recente, e mesmo assim não se quebra a tendência). Mesmo o considerável número de subscritores do Boletim do Altruísmo eficaz (95 neste momento), com a sua taxa de abertura de emails (14,7%) e a de clicar nas ligações (6,5%), não são ainda o suficiente para alterar essa tendência.

Deste modo, parece ser mais adequado continuar a pautar o nosso trabalho pela qualidade dos materiais publicados, seja no conteúdo, seja no tratamento que lhes é dado, no caso das traduções e revisões, de maneira a continuar a construir um repositório variado e actualizado de informação sobre o altruísmo eficaz que, em língua portuguesa, não tem paralelo: totaliza agora o correspondente a cerca de 540 páginas (às quais se acrescenta o Manual do Altruísmo Eficaz).

No caso dos dez mais lidos não se pensa que em todos os casos os números registados sejam um indicador claro das preferências ou da curiosidade dos nossos leitores, ou sequer do alcance desses mesmos conteúdos, a não ser naqueles casos em que o número de acessos foi tão significativo que contrariou a tendência assinalada previamente. Assim sendo, neste momento, só as 3 primeiras publicações dessa lista é que atingem a ordem das centenas de visualizações (e apenas numa se atinge quase um milhar de visualizações) o que, caso se mantenham dentro da tendência observada, poderão vir a ser uma enorme mais-valia na projecção futura do nosso site AE.

Não se poderia terminar este balanço do trabalho de um ano sem agradecer à equipa que produziu e promoveu estes conteúdos e a todos aqueles que nos ajudam a divulgá-los, e claro, a todos os nossos leitores.

A todos desejamos um feliz 2019.

 

Segue-se então a lista dos 10 mais lidos de 2018:

10.

Congruência_L

Em busca de coerência

Por Celso Vieira

9.

interesses-dos-outros-L

Cosmopolitismo

Por Topher Hallquist (Effective Altruism Forum)

Tradução de Daniel de Bortoli e revisão de José Oliveira.

8.

carne-sem-sofrimento_L

Este grupo de reflexão quer acabar com a pecuária industrial

Por Matthew Gault (Motherboard)

Tradução de Ligea Hoki. Revisão de José Oliveira.

7.

Protesto animal_L

Relatório sobre a eficácia de protestos

Por Toni Adleberg (Blog da Animal Charity Evaluators)

Tradução de Ligea Hoki. Revisão de Lara André e José Oliveira.

6.

IA-ONGs2L

Revisão da Literatura sobre segurança da Inteligência Artificial e comparação entre organizações ‒ 2018 (Parte 2)

Por Larks (Effective Altruism Forum)

Tradução de Ronaldo Batista. Revisão de José Oliveira.

5.

melhor-o-bem-L

Introdução ao Altruísmo Eficaz

Por effectivealtruism.org

Tradução de José Oliveira e revisão de Daniel de Bortoli.

4.

Altruismo extremo-L

Altruísmo Extremo

Por Peter Singer (Project Syndicate)

Tradução Thiago Tamosauskas. Revisão de José Oliveira.

3.

IA-ONGs1-L

Revisão da Literatura sobre segurança da Inteligência Artificial e comparação entre organizações ‒ 2018 (Parte 1)

Por Larks (Effective Altruism Forum)

Tradução de Ronaldo Batista. Revisão de José Oliveira.

2.

Doar_traz_felicidade_L

9 Efeitos Positivos de Doar Dinheiro à Caridade

Por Jay Robertson (Blogue da The Life You Can Save)

Tradução de José Oliveira. Adaptação para Br. por Lara André.

1.

Especismo-L

A psicologia do especismo: como privilegiamos certos animais em vez de outros

Por Lucius Caviola (Pratical Ethics)

Tradução de Lara André. Revisão de José Oliveira.


Texto de José Oliveira.

Botao-assineBoletim

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s